Esporte

Fifa bane três jogadores brasileiros por manipulação de resultados

Ao todo, 11 jogadores tiveram as sanções ampliadas pela entidade máxima do futebol.


Imagem de Capa

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

A Fifa anunciou nesta segunda-feira (11/9) a ampliação das sanções impostas aos 11 jogadores brasileiros envolvidos em esquemas de manipulação de resultados. Com as novas punições, três jogadores brasileiros receberam uma punição vitalícia e estão impedidos de exercer qualquer atividade ligada ao futebol.

A entidade máxima do futebol optou por intensificar as sanções para que elas tenham efeito mundial. Onze jogadores brasileiros tiveram suas penas aumentadas.

Três deles foram banidos de forma vitalícia de terem qualquer ligação com futebol. São eles: Ygor de Oliveira Ferreira, Gabriel Ferreira Neris e Matheus Phillipe Coutinho.

A Fifa afirmou ainda que vai intensificar suas iniciativas que visam coibir as manipulações de resultados. Entre as ações da entidade estão o monitoramento do mercado de apostas, além de iniciativas educacionais e de conscientização.

Veja as penas aplicadas pela Fifa aos jogadores:

Matheus Phillipe Coutinho (proibição vitalícia)

Gabriel Ferreira Neri (proibição vitalícia)

Matheus Phillipe Coutinho (proibição vitalícia)

Paulo Sérgio Marques Corrêa (600 dias a partir de 26 de maio de 2023)

Jonathan Doin (720 dias a partir de 16 de maio de 2023)

Fernando José da Cunha Neto (360 dias a partir de 16 de maio de 2023)

Eduardo Gabriel dos Santos Bauermann (360 dias a partir de 16 de maio de 2023)

Mateus da Silva Duarte (600 dias a partir de 26 de maio de 2023)

André Luiz Guimarães Siqueira Junior (600 dias a partir de 26 de maio de 2023)

Onitlasi Junior Moraes (720 dias a partir de 16 de maio de 2023)

Kevin Joel Lomónaco (360 dias a partir de 16 de maio de 2023)

ENTRE NO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP E FIQUE LIGADO NAS NOTÍCIAS

Metrópoles

Qual é a sua opinião sobre as declarações e ações de Elon Musk e do Ministro Alexandre de Moraes em relação às medidas impostas pelo STF, sobre a rede social “X” (antigo Twitter)?

Mais lidas de Esporte
Últimas notícias de Esporte