Giro dos famosos

Patrícia Ramos sobre o ex: "Começou com grito e depois soco na cara"

A apresentadora esteve no programa Encontro com Patrícia Poeta e revelou detalhes das rotinas de agressões


Imagem de Capa

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

Patrícia Ramos esteve no programa Encontro, nesta sexta-feira (10/11), e falou publicamente sobre as agressões que sofreu do ex-marido Diogo Vitório. À apresentadora Patrícia Poeta, a atriz contou que o relacionamento já era abusivo, ainda na época do namoro. "Foi evoluindo. Começou com um grito, e aí depois um empurrão, depois um puxão de cabelo, depois um soco na cara", disse ela.

"Desde o namoro, eu já vivia um relacionamento extremamente abusivo. Eu já sabia que estava nessa situação, mas eu acreditava muito nessa mudança. Fui deixando o tempo passar e casei acreditando nessas promessas de mudanças", contou Patrícia Ramos.

A artista revelou que chegou a pensar em denunciar Diogo na época, mas que um amigo a desencorajou a tomar tal atitude. "Eu procurei um amigo e ele me desencorajou a fazer a denúncia. Ele dizia que ia passar, que era um momento de raiva, que ele ia mudar. E acabou que isso não aconteceu, infelizmente", contou.

Sobre o ponto final na relação, Patrícia Ramos explicou: "Desde o ano passado, depois da minha festa de aniversário, a gente teve uma briga e ele me agrediu de novo. Ali eu decidi. Eu ainda não tinha coragem de pegar as minhas coisas e ir embora, mas eu já tinha no meu coração que tinha acabado".

A apresentadora contou, ainda, que Diogo não queria assinar o divórcio. "Ele não queria assinar o papel, a separação. Ele ficava me perseguindo, me rondando. Até que ele começou a pedir dinheiro para assinar o divórcio. Foi uma chantagem financeira", disse ela. "Ele abriu uma conta no meu nome sem eu saber. Ele ficava com meu dinheiro. E quando eu descobri isso foi um dos motivos que fizeram eu ter força para denunciar", completou.

Patrícia também revelou que já notava um "comportamento estranho" em Diogo durante as discussões. Segundo Ramos, ele socava a parede e atirava objetos no momento da raiva. "Eu ficava com muito medo. E ele ficava super ofendido e falava que era um jeito de descontar a raiva. Mas falava: ‘Eu nunca vou fazer isso, eu nunca vou te agredir, eu nunca vou te bater'", falou.

Ela acrescentou: "E aí foi evoluindo. Começou com um grito, e aí depois um empurrão, depois um puxão de cabelo, depois um soco na cara", declarou.

ENTRE NO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP E FIQUE LIGADO NAS NOTÍCIAS


Metrópoles



NOTÍCIAS RELACIONADAS

Você é a favor ou contra o impeachment de Lula devido às suas críticas a Israel?

Mais lidas de Giro dos famosos
Últimas notícias de Giro dos famosos